Google+ RECOPIA Seu Canal fora do Youtube: MC Edwardison
Mostrando postagens com marcador MC Edwardison. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador MC Edwardison. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

MC Edwardison - Existe cirurgia para aumentar o tamanho do pênis?


Existem dois tipos de operação com esse objetivo: uma para aumentar o comprimento e outra para incrementar o diâmetro do órgão. Na primeira, o cirurgião faz o pênis crescer expondo um pedaço dele que normalmente fica escondido na pélvis. Na outra cirurgia, o médico enxerta algum material entre a pele e o interior do pênis, "inflando" o dito-cujo.

São procedimentos simples: levam menos de uma hora e só requerem anestesia local. Mas o paciente deve avaliar com cuidado as conseqüências antes de encarar o bisturi. Nas duas cirurgias, os riscos envolvidos são consideráveis. E é justamente essa a causa da acalorada polêmica entre os médicos sobre o assunto.

No Brasil, onde cirurgias assim são feitas desde o início da década de 90, o Conselho Federal de Medicina (CFM) acabou proibindo-as parcialmente em 1997, alegando insegurança e ineficácia. Muitos especialistas condenam a operação. "Essas cirurgias são anedóticas.

Têm resultados péssimos", diz o urologista Joaquim de Almeida Claro, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Os médicos contrários à técnica também insistem que os homens que buscam o aumento do pênis deveriam procurar primeiro aconselhamento psicológico, pois a maior parte deles tem órgãos com tamanhos considerados normais.

Mas, como o tema é controverso, os cirurgiões que praticam a operação discordam dessas avaliações: "O homem que sofre com isso questiona sua performance sexual o tempo todo. O desconforto que ele sente com o próprio corpo é enorme.

Eu nunca vi psicólogo resolver isso", diz o cirurgião vascular Márcio Dantas de Menezes, da Sociedade Brasileira de Medicina Sexual. De qualquer forma, é bom frisar que o CFM, principal entidade médica do país, só autoriza a operação para homens com micropênis (órgão com menos de 2 centímetros) ou na reconstrução de tecidos para mutilados em acidentes.


Mergulhe nessa

Na internet:


http://www.sbu-sp.org.br

http://www.cosmeticsurgeryint.com/procedure.html

http://www.drwhitehead.com/pl.html



Patrimônio pra toda obra?


Perda do ângulo de ereção é um dos riscos de recorrer a duas técnicas controversas


DE OLHO NO COMPRIMENTO...


Como é a cirurgia: Após fazer uma abertura de 3 centímetros na pele acima da pélvis, o cirurgião corta os ligamentos que prendem a base interna do pênis aos ossos da bacia. Essa parte interna do órgão, então, projeta-se para fora, aumentando o tamanho do pênis em cerca de 2 centímetros. Esse procedimento dura aproximadamente 45 minutos

Os perigos: Depois da cirurgia, o paciente não deve fazer sexo por um mês. A operação pode trazer efeitos colaterais indesejados, como o risco da diminuição do ângulo de ereção e a retração do pênis se o órgão não cicatrizar bem. Também há perigo de infecções e quelóides (grandes cicatrizes permanentes)


...E TAMBÉM NO DIÂMETRO

Como é a cirurgia: O médico pode injetar em volta do pênis gordura (retirada do corpo do paciente), placas de colágeno (emprestadas de porcos) ou materiais sintéticos, como um gel derivado do petróleo. Essas substâncias expandem o tecido entre a pele do pênis e a albugínea, que envolve o interior do órgão. A cirurgia dura cerca de meia hora

Os perigos: O paciente pode fazer sexo 36 horas após a cirurgia, mas deve continuar usando um aparelho de fisioterapia (uma armação em torno do pênis) até que o material do enxerto se distribua por completo — o que pode durar cerca de 3 meses. Um risco da operação é o pênis absorver mal o que foi injetado, o que pode torná-lo fino novamente ou disforme





Fonte: http://mundoestranho.abril.com.br

sábado, 9 de setembro de 2017

Por que amamos mulheres por Eduardo e Edwardison


Eduardo - Por que foi um presente de Deus

Edwardison - São mulheres

Eduardo - Fazem tudo muito bem

Edwardison - Principalmente por que são mulheres

Eduardo - Nos dão amor e carinho

Edwardison - Usam roupas curtas

Eduardo - São sinceras

Edwardison - Onde?

Eduardo - Fazem comidas gostosas

Edwardison - São gostosas

Eduardo - São lindas

Edwardison - Principalmente dançando ate o chão

Eduardo - Você não pensa em outra coisa?

Edwardison - Sim, mais mulher


Por motivos de discussão em família o post termina aqui...





terça-feira, 5 de setembro de 2017

Mr. Catra faz procedimento estético para perder 15 cm... ... ...de barriga, vocês acharam o que?


Mr. Catra recorreu aos procedimentos estéticos para poder colocar seu físico em dia. Com uma agenda lotada de shows, o funkeiro não estava com tempo para continuar com os cuidados que deveria ter após ter perdido 25 kg com dieta e tratamento ortomolecular.

O funkeiro procurou um centro de beleza e decidiu dar um jeito nas gorduras que restaram. “Percebi que estava ficando um pouco flácido após perder 25kg com dieta e tratamento ortomolecular. Estou saindo daqui maravilhado. Perdi 15cm de barriga com a ‘lipo light’. Vai chegando a idade e temos que nos cuidar. Preciso estar bem pra dar conta da agenda de shows. Fechei esse mês com 52 shows, como dar conta disso se não está com físico em dia?”, contou.

Mas, garantiu que seu desempenho continua o mesmo nas mais diversas tarefas de seu cotidiano. “Papai não está mais com 18 anos, não. Mas, meninas, não se preocupem que a pressão está a mesma coisa”, disse ele, que está com 48 anos e é pai de 32 filhos.








Fonte: http://www.otvfoco.com.br    Por Raquel Souza

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

MC Edwardison responde - Por que é tão estranho ouvir nossa voz quando gravada?


Para muitos de nós, ouvir a própria voz em uma gravação ou filmagem é constrangedor. Parece que aquele som não é nada parecido com a voz que estamos acostumados a ouvir quando falamos. Sabe o que faz com que a nossa voz seja tão diferente daquela gravada? São as diferentes maneiras como o som é transmitido para o nosso ouvido interno.

A maioria dos sons alcança nossos ouvidos através de vibrações que chegam pelo ar. É o que acontece, por exemplo, quando ouvimos as vozes de outras pessoas, o barulho da chuva, uma música e a nossa própria voz gravada.

O som externo chega à orelha, passa pelo canal auditivo e chega até a membrana timpânica (uma fina camada que separa o ouvido externo do ouvido médio). Ao receber o som, a membrana vibra e movimenta os menores ossos do corpo humano: o martelo, a bigorna e o estribo, localizados no ouvido.

Esses pequenos ossos transmitem o som até a porção mais interna do ouvido, chamada cóclea, onde existem células que, quando estimuladas pelo som, liberam impulsos nervosos que são transmitidos para o cérebro através do nervo auditivo.

No entanto, o ouvido interno não é estimulado apenas por ondas de som externo. Ele também capta as vibrações que acontecem dentro do próprio corpo. E é a combinação desses dois tipos de captação (ar e ossos) que faz com que o som que você ouve quando fala seja diferente daquele gravado.

Quando falamos, as vibrações das cordas vocais ressoam na garganta e na boca e são transmitidas ao ouvido interno pelos ossos da cabeça. Por sua vez, o ouvido interno vai transformá-las em impulsos elétricos e enviá-las para o cérebro, como em qualquer outro som.

No entanto, a acústica do crânio reduzirá a frequência dessas vibrações ao longo do caminho e adicionará tons mais graves a elas, o que não é possível de ser feito com os sons vindos do ar.

O resultado é uma voz mais limpa e mais suave que a gravada (e bem menos aguda).

Resumindo, quando você ouve sua voz gravada, está a ouvindo a versão que contém apenas as vibrações que viajam pelo ar. Quando você fala, o som é uma combinação de vibração do ar e dos ossos.

Mas, afinal, as pessoas ouvem minha voz como ela é na gravação ou como eu a ouço?

Como a maioria dos sons viaja pelo ar, a voz gravada é a que mais se assemelha com a voz que outras pessoas ouvem quando falamos. Por isso, é melhor se acostumar...


Por que as vozes são diferentes?

A voz é uma característica tão exclusiva, que até gêmeos idênticos possuem vozes diferentes.

Inúmeros fatores determinam essa variação, entre eles o comprimento e espessura das pregas vocais (ou cordas vocais) e as diferenças anatômicas da garganta.

As cordas vocais das mulheres crescem menos que as dos homens, daí a frequência da voz feminina ser mais aguda, por exemplo. Além das cordas vocais, alterações hormonais, principalmente na adolescência, também influenciam no tipo de voz.

A voz que você chegar à vida adulta será, provavelmente, a que te acompanhará por boa parte da vida. No entanto, com o envelhecimento, ela tende a mudar, porque, depois de uma vida toda de conversa, as cordas vocais e o tecido que a reveste começam a enfraquecer e as membranas ficam mais finas e secas.

Fonte: Alexandre Enoki, otorrinolaringologista do Hospital Paulista e The Washington Post









Fonte: http://noticias.uol.com.br

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

MC Edwardison Responde - Vocês sabem o que é um Eunuco???


Eunucos eram homens castrados, que tiveram o pênis e os testículos (ou apenas os testículos) tirados fora. Os primeiros registros de homens sem bilau são do século 14 a.C. - e, ao que tudo indica, a prática sobreviveu até meados do século 20! A origem do nome ajuda a explicar o porquê dessa prática violenta: em sua origem grega, o termo eunoukhos pode ser traduzido como "guardião da cama".

No Oriente Médio e na China, eunucos foram usados como guardas ou serviçais dos haréns onde ficavam as esposas e concubinas reais. Muitos deles perdiam o bilau depois de virarem prisioneiros de guerra, mas na China muitos homens pobres submetiam-se voluntariamente à castração pra arranjar uma boquinha nos palácios da nobreza.

Na Grécia antiga, a prática era usada como pena para impedir a reincidência em casos de estupro ou adultério, embora os gregos também costumassem castrar serviçais domésticos para torná-los mais dóceis e inofensivos. Uma coisa é certa: a principal finalidade da castração era tornar os eunucos sexualmente impotentes. Mas muitos que tinham só os testículos arrancados ainda eram capazes de ter ereções. Para isso, era preciso que a cirurgia ocorresse depois da puberdade.

"A partir dessa idade, a testosterona, hormônio que regula o apetite sexual e tem papel fundamental na ereção, passa a ser produzido também pelas glândulas supra-renais. Elas fabricam entre 2% e 3% do hormônio. Parece pouco, mas muitas vezes o nível de hormônio era suficiente para um eunuco sustentar uma ereção", afirma o urologista Jorge Hallak, da Sociedade Brasileira de Cancerologia, em São Paulo. Alguns "desbilauzados" não tinham tanta sorte.

Era o caso dos castrati, cantores que a partir do século 16 faziam papéis femininos nas óperas italianas. Como eles tinham seus testículos retirados entre os 8 e 10 anos de idade - a idéia era impedir que a voz engrossasse -, os castrati ficavam impossibilitados de ter qualquer ereção. :-(





Fonte: http://mundoestranho.abril.com.br

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Coisas que só vida loka faz - Por Edwardison repórter por um dia


É parcero os boy num fais issu, mas quem curte funk faz e ainda pega as gata tudo, e as menos gata também...

Aliais, se us boy fizer isso com as bike ostentação, eles volta a pé pra casa




quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Aprenda com os mais velhos


Ótima dica para quem é tarado o extremo

Eu não sei porque nenhum homem resiste a uma mina de mini saia...

Deve ser por que é igual cerca de arame farpado,protege a propriedade sem tirar a visão




quinta-feira, 3 de agosto de 2017

MC Edwardison Responde - O famoso doce AB é de Batata e abobora né?


Manos e minas, vocês são enganados a anos esse doce é feito de batata doce com essência de abobora e corante.

Estão com duvidas leiam a embalagem na parte dos ingredientes

O governo te engana mas as empresas não ficam atrás




quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Gordelicia from E.U.A por MC Edwardison



To fazendo uns show aqui nos USA e já achei uma fã

Ainda num sei como tem gente que num gosta disso...

Melhor sobra mais pá nois




quinta-feira, 7 de abril de 2016

MC Edwardison - O que acontece se colocar o lado de cima de pipoca de micro-ondas para baixo?


A INCRÍVEL PIPOCA COM MAIS MANTEIGA QUE MILHO 
crédito da imagem: Pink Sherbet Photography
Ui, radical, heim. Inverter os lados do pacote. O que aconteceria? O milho não estoura por completo.

A fabricante de pipocas Kisabor explica: o milho e a gordura são depositados em uma das faces da embalagem sobre uma lâmina feita de alumínio e poliéster. Essa estrutura deve ficar por baixo para refletir as micro-ondas e, assim, concentrar mais o calor, fazendo com que a pipoca estoure. Se essa face for colocada por cima dos grãos de milho, a pipoca não vai estourar direito.

E não, não adianta nem deixar o pacote por mais tempo do que o indicado, porque isso só fará com que o milho queime.

Pergunta enviada por Lucas Quintanilha Lacerda, Manaus, AM a revista Super Interessante





segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Mocinho que vai casar uma dica do Mc Edwardison

provavelmente bieber ou pornô

Se ta achandu que coloca um anel na mão esquerda do seu mozão é garantia de secço todo dia e a toda hora, tenho péssimas noticias

Já viu vários casados gordos?

Falta de exercício kkkk




sexta-feira, 12 de junho de 2015

Dia dos namorados


Você rapaz quer dar alguns desses presentes...


Mas seu mozão quer todos!!!!

Manu faze as muié feliz é facil, a treta que num sobra muita grana pra nois gasta

MC Edwardison ama vocês SQN




domingo, 26 de abril de 2015

Mais um pra junta cum nois - Sérgio Hondjakoff, o Cabeção de “Malhação”, se torna cantor de funk

A dupla de funk Cabeção e Dino Boyer (Foto: Divulgação)

Após depois de ter deixado o elenco de “Malhação”, o ator Sérgio Hondjakoff continua sendo lembrado pelo personagem Cabeção. Longe das novelas desde 2009, quando atuou em “Bela, a Feia”, na Record, ele nunca mais emplacou nada e agora está tentando reconstruir sua carreira.

Com o nome do seu personagem marcante, ele forma a dupla de funk Dino Boyer e Cabeção, ao lado de um amigo, e lança neste mês sua segunda música, “A Paulistinha”, na internet. Segundo Serginho, as músicas da dupla são leves e tem “Claudinho & Buchecha” como inspiração.

“A gente faz um funk mais light, nossas letras não têm nenhuma sacada muito maliciosa. É até um pouco ingênuo”, revela Hondjakoff. “Nossa definição é pop funk melody. É na ‘vibe’ do Claudinho & Buchecha. Uma mistura de música popular com batidão”, disse o seu parceiro, Boyer.

Apesar de ser conhecido apenas pela sua atuação, na década de 90, Sérgio conta que participou do grupo infantil Terra Encantada, com o qual gravou um disco: “Era tipo um Trem da Alegria. Foi um momento bem legal, quando emagreci pela primeira vez. Eu era super gordinho”.


O personagem marcou a história da novela (Foto: Divulgação)

A ideia de usar o nome Cabeção como nome artístico foi para facilitar o reconhecimento. “A gente optou por fazer alusão ao grande personagem que nunca foi esquecido”, diz Dino. O ator conta ainda que não se importa em ser chamado pelo personagem, pelo qual ficou marcado.

“No começo da ‘Malhação’, eu ficava incomodado. Hoje acho uma coisa boa. Estou bem mais maduro. É uma honra ter esse apelido. É sonoro”, disse ele, que estreou na novela como irmão do protagonista Marcelo (Fábio Azevedo) e foi ficando, ganhando espaço na história.

“Eu sabia que era uma oportunidade única de aprender. E também pelo lado financeiro. Precisava ficar”, conta ele, dizendo ainda que começou a enjoar do papel e pediu para sair: “Faltou um pouco de maturidade. Eu poderia ter ficado mais, eles queriam. Enfim.”

Ao sair da novela, ele ainda ganhou um papel em “Pé na Jaca”, em 2006, mas as oportunidades foram acabando e ele foi para a Record, onde fez apenas uma novela. Longe da televisão até 2014, ele voltou no “Vídeo Show”, mas acabou saindo pouco tempo depois.

Agora, seguindo a carreira de cantor, Dino e Hondjakoff buscam uma gravadora para o primeiro disco e planejam um clipe de “A Paulistinha”.





Ministério Público abre inquérito sobre 'sexualização' de funkeira de 8 anos


Uma menina de oito anos está sendo alvo de uma grande polêmica em todo o Brasil após aparecer, apoiada pelo pai, dançando e cantando funk de forma sensual. Estamos falando de Melody Abreu, ou MC Melody, como ficou popularmente conhecida. Sua fan page no Facebook já ultrapassou 310 mil seguidores e ela chega a ganhar R$ 40 mil em um mês participando de eventos e festas. 

No entanto, Melody poderá ter que deixar de se apresentar, ou ao menos mudar o seu estilo, pois nesta quinta-feira (23) o Ministério Público de São Paulo abriu um inquérito para investigação sobre "forte conteúdo erótico e de apelas sexuais" em músicas e coreografias de crianças e adolescentes músicos e a funkeira mirim é um dos alvos da investigação.


O caso

Tudo começou quando o pai de Melody, conhecido como MC Belinho, foi flagrado em um de seus shows fazendo com que ela dançasse passos como o "quadradinho" em meio a apresentação. O apelo sexual das performances, bem como as músicas que a menina passou a cantar, como "Recado para as recalcadas", chamou a atenção da população na internet. População essa que passou a dirigir fortes críticas a Belinho no intuito de fazer com que a garota passasse a exercer atividades comuns de crianças.


Ao tomar conhecimento da proporção que o assunto tomou, MC Belinho gravou um vídeo (assista abaixo) onde rebate as declarações negativas ao seu respeito e chega a falar que os críticos são "recalcados" por não terem condições de obter, por exemplo, um cordão de ouro de R$ 25 mil, que ele exibe no pescoço durante a produção.


O vídeo gerou ainda mais revolta na rede e muitas denúncias foram feitas para que as autoridades retirassem a guarda de Melody do pai. Um abaixo assinado, por exemplo, alcançou mais de 23 mil assinaturas em quatro dias e a menina chegou a ter seu perfil oficial retirado do Facebook por aparecer em fotos com roupas curtas e decotadas, dançando em bailes e vídeos caseiros. Diante disso, o inquérito aberto pelo promotor Eduardo Dias de Souza Ferreira pede a avaliação legal sobre a exposição dos funkeiros mirins.
Arrependimento

Alguns dias depois, o pai de Melody, MC Belinho, voltou aparecer em um vídeo, mas dessa vez pedindo desculpas por tudo o que havia falado e feito, mas reiterando que quer o melhor para a menina. Segundo ele, o vídeo onde a filha aparece dançando foi gravado de forma amadora por algum participante de uma "domingueira" onde ele foi tocar.
"Tem mais ou menos dois a três anos. Foi na época que estava estourado aquele negócio do quadradinho. Muita criança dançava. Todo adolescente queria dançar. Eu fui fazer uma domingueira em uma casa, umas 18h, levei ela, a avó e praticamente a família toda. Era justamente uma festa para menores de idade. 

Mas no calor da coisa, ela acabou dançando. A gente levou na brincadeira, mas hoje vejo que vocês tem um pouco de razão em pensar o que estão pensando. Eu realmente agi errado e estou aqui para falar que agi errado e penso também que todo mundo tem o direito de errar. Se fosse para fazer hoje, eu não faria, porque o meu segmento hoje é de fazer com que ela seja uma artista diferenciada", disse ele.


Em entrevista à TV Record, Belinho disse que não viu maldade no que fez com a filha e que já está mudando o jeito de produzi-la. "Logicamente, a gente hoje está procurando saber mais das coisas, ver por outro lado. 

 Para as pessoas que não conhecem a nossa vida, que acha que a gente está explorando, ou está colocando a criança no mau caminho. Tudo bem, a gente entende o lado de quem, de repente, não gosta de funk. Por isso mesmo estamos agora mudando o jeito de produzir os vídeos, de colocar para ela cantar...", assegurou.
Vida que segue
Enquanto isso, MC Melody segue cantando suas letras e dançando o seu ritmo favorito e o caso permanece na mão da Justiça. "Aconteceu. Não tem como mudar. Mas só quem pode julgar é Deus. Não faria de novo, mas agora não tem mais o que fazer. Já aconteceu lá atrás e agora a gente está direcionando a carreira dela para aonde a gente realmente quer chegar, que é um funk mais pop", disse MC Belinho.





terça-feira, 21 de abril de 2015

MC Gui se machuca ao tentar dar cambalhota em show; Nossa reação depois do vídeo


Durante um show no município paulista no último domingo (19) o funkeiro MC Gui caiu ao tentar dar uma cambalhota. Em um vídeo divulgado nas redes, o cantor pega impulso com um dos seus dançarinos, mas parece errar o pé e cai.
Após o acidente, o loiro usou seu perfil no Instagram na madrugada desta segunda-feira (20) para tranquilizar os fãs e agradecer o apoio de todos. 


"Hoje aconteceu um acidente no show em Itatiba, mas já estou sendo medicado e graças a Deus estou bem! Foi um grande susto... Obrigado o carinho de todos", escreveu.


Nossa reação 

probably bieber or porn

Hey ele é meu truta

- Mc Edwardison assim que eu parar de rir a gente conversa




domingo, 19 de abril de 2015

Mc de 8 anos fatura até R$ 40 mil ao mês com carreira polêmica


Melody de Abreu é apenas uma menina, mas já conhece a fama e, mais ainda, a polêmica. Cantora de funk ostentação, aos 8 anos, ele recebe até R$ 40 mil ao mês de cachê por suas apresentações em matinês e participações como convidada de eventos. 

A paulista, que divide a rotina de trabalho, repleta de entrevistas e ensaios fotográficos, com os estudos - ela está na 3ª série do Ensino Fundamental -, se prepara para lançar no fim do próximo mês seu primeiro CD. Apesar das críticas pelo comportamento muito sexualizado para sua idade, a menina gosta do que faz, não se importa com a opinião alheia e já se assusta com a fama, assim afirma seu pai e empresário, Thiago Abreu, de 26 anos, também conhecido como Mc Belinho.
— A gente inventou de ir à 25 de março e teve que ficar trancado dentro de uma loja porque todo mundo reconheceu ela. Paramos para tirar foto com duas pessoas e a galera começou a se aglomerar. Quando vi, tinham umas 50 pessoas em volta da gente e só estávamos eu e ela. Eu nem imaginei que isso fosse acontecer. 

Eu mesmo fiquei com medo porque muita gente gosta dela, mas tenho medo de um louco tentar alguma coisa. O dono da loja colocou a gente num quartinho e meu amigo veio. Ela ficou um pouquinho assustada — conta Thiago sobre o passeio com a filha, no último dia 11, no maior centro de comércio popular de São Paulo.


A carreira de Melody começou com seu sucesso nas redes sociais. Principalmente através do Facebook, ela divulga fotos mostrando seu estilo funkeira ostentação e vídeos, nos quais solta a voz. Seu nome migrou dos sites para os palcos e, atualmente, a menina já ganha um cachê de R$ 2.500 por apresentação.

— Não tem só os shows. A gente tá gravando quase todos os dias da semana com revistas, canais de televisão e jornais — diz Thiago, que tenta controlar a agenda da filha para não sufocá-la com o trabalho. — Os shows são só quatro por semana, em baladas “teen”, para público menor de idade. 

Os demais são festas de aniversário. A gente não tem noção, mas dá na faixa dos R$ 30 mil, R$ 40 mil (por mês) — revela o cantor, que com a ajuda do dinheiro da menina está terminando de quitar uma nova casa para a família. A outra parte do dinheiro da cantora mirim, garante ele, está sendo usado para comprar bens para ela e também guardado para uso futuro.


Primeiro disco

Em breve, Mc Melody vai lançar seu disco demo independente, já que não tem gravadora, embora seu pai já tenha negado convites. As músicas serão com uma pegada mais pop “um estilo mais Anitta, com banda” e um funk. O material terá distribuição física e digital.

— Ela vai lançar cinco músicas, incluindo o funk “Fale de mim”, que já é a música de trabalho dela. O dia exato do lançamento ainda não dá pra saber. Vou mandar fazer 20 mil cópias (físicas) para distribuir em shows e nas presenças VIP — diz Thiago, que acredita no potencial da filha. — Que ela não seja um estouro agora, mas vamos seguir com a carreira dela.

Além do sonho de ser cantora, Melody também deseja conhecer sua grande inspiração a cantora Anitta. A pequena tem usado sua influência no Facebook para “viralizar” um vídeo, no qual pede para conhecer a carioca. “Eu amo muito, muito a Anitta. Um dos meus maiores sonhos é conhecer ela. Me procure!”, diz a garota.


Críticas

Sobre as criticas que a filha recebe através da internet, Thiago afirma que tentar filtrar o que ela lê e publica. Mas, o empresário afirma que a menina não se importa com os “haters”.

— Melody reage normalmente às criticas. Ela não liga, leva na brincadeira. Muitos dos que a criticam depois voltam para falar bem e pedem desculpa. Ela dá risada dessas bobagens que falam — afirma Thiago, cuja filha é uma sensação na entre amigos e professores da escola. — O assédio, de forma geral, não chega a afetá-la. Mesmo nova, ela sabe ser muito profissional.

A carreira da menina divide opiniões. Enquanto elogios são feitos, acusações são feitas contra os pais dela. Segundo Thiago, as críticas só existem porque Melody canta funk.

— Falam mal só pelo funk. A Melody imita as caras e bocas que a Anitta faz e as pessoas acham isso demais (para idade dela). Ela não está falando palavrão, não está ‘fazendo sensualidade’ — defende o pai.







domingo, 22 de março de 2015

MC Edwardison - Qual sua definição de alegria no casamento????


Num vo te responde vo te mostra

- MC Angela chega aqui com sua roupinha de dormir!!!!

- Chamou queridu????

- Precisa de mais para ser feliz mano, nois tem carro, um não vários, nois tem casa, uma não varias, nois tem dinheiro, real não, dólar e nois tem muié bem, e uma, só uma




MC Edwardison uma perguntinha - Periguetes sentem frio?

probably bieber or porn

Mermão repórter chato não, a não ser aquele frio na barriga na hora do DNA, sabe como é baile sem calcinha, vários manos, uma mina, mas geralmente elas sabem pra quem dão




quinta-feira, 19 de março de 2015

MC Edwardison Existe Minas princesas ainda????

probably bieber or porn

- Ta loko? 

Isso deve existir só nus livros que o Eduardo lê, e na Disney

Se acha que as minas querem um cara que as trate como princesas, ou um cara que as façam de gato e sapato?

Os 50 tons de Cinza ta aí pra comprovar