Google+ RECOPIA Seu Canal fora do Youtube: Humanos
Mostrando postagens com marcador Humanos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Humanos. Mostrar todas as postagens

domingo, 7 de janeiro de 2018

Diretor do WhatsApp no Brasil é demitido, “Negão do WhatsApp” na cena


A desenvolvedora de software corporativo Salesforce demitiu o diretor geral de sua filial no Brasil, Mauricio Prado, outro executivo e um funcionário de sua unidade brasileira depois de uma polêmica criada durante festa à fantasia da empresa no fim de 2017.

Os desligamentos foram uma resposta da matriz da companhia norte-americana a uma denúncia anônima, feita no sistema interno da Salesforce, afirmou um amigo pessoal de Prado, pedindo para não ser identificado. A reclamação era que um funcionário se fantasiou como o “Negão do WhatsApp”, personagem que ficou famoso ao se tornar meme no aplicativo de bate-papo do Facebook.

A versão que circula na empresa é a de que a matriz pediu a demissão desse funcionário logo após a história se espalhar por aplicativos de mensagem. Um diretor da filial brasileira recusou a dispensa. Em represália, teve sua demissão pedida, que, por sua vez, não foi aceita por Prado. A solução foi desligar os três.

A Salesforce Brasil confirmou as demissões, mas não confirmou que a repercussão da festa à fantasia foi a motivação.

Procurado, Prado preferiu não comentar o assunto. O G1 tentou contato com o funcionário que se fantasiou de “Negão do WhatsApp”, mas ele não retornou as ligações.

A Salesforce, que concorre com companhias como Oracle, SAP e Microsoft, informou que o substituto provisório de Prado será o executivo responsável por América Latina, Enrique Ortegon.

A Salesforce já foi indicada pelo LinkedIn e pela revista “Fortune” como uma das melhores empresas para trabalhar em todo o mundo.





quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

'Baiano lerdo': Empresa é condenada a pagar R$ 300 mil por ofender funcionários


Uma empresa que atua no desenvolvimento de equipamentos para automação comercial foi condenada a pagar R$ 300 mil em ação civil pública que julgou atos de dois gerentes da unidade, em Salvador, que foram acusados de insultar, constranger e humilhar funcionários com expressões vinculadas ao preconceito de origem regional, como "baiano lerdo". 
A empresa citada no processo é Bematech, que tem sede em Curitiba e possuía uma unidade na capital baiana. A ação civil pública foi movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT/BA), em 2014, e a decisão da Justiça foi proferida em novembro de 2017. 

O G1 não conseguiu contato com a empresa até a publicação desta reportagem. O MPT diz que o assédio moral era praticado pelos gerentes Rodrigo Galvão e Gustavo Zuali. Segundo os autos do processo, eles ofendiam os funcionários com insultos, constrangimentos e humilhações. Os atos foram confirmados na sentença.





quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Azar ou sorte!!!! - Mulher invade casa e estupra homem que estava dormindo - Minha casa ta aberta


Nos Estados Unidos, uma mulher foi acusada de estuprar um homem - que estava dormindo -, após invadir seu apartamento no meio da noite.

Chantae Marie Gilman, de 28 anos, admitiu o estupro, mas afirmou não conhecer o homem e não se lembrar de nada do que aconteceu naquela noite.

A mãe de três filhos, que diz sofrer de transtorno bipolar e psicose, subiu na cama da vítima enquanto ele dormia.

O homem contou a polícia que acordou por volta das 2 horas da manhã e encontrou a mulher, que pesa aproximadamente 100 quilos, tendo relação sexual com ele enquanto segurava suas mãos sobre sua cabeça.

Após muitas tentativas, ele conseguiu expulsar Chantae de sua casa e procurou a polícia para relatar o ocorrido. Os oficiais confirmaram a acusação de estupro depois que o DNA da acusada foi encontrado na vítima.

O caso aconteceu em junho de 2014. Este ano, Chantae Gilman foi declarada culpada e será sentenciada no dia 19 de junho. Seu acordo judicial exige que ela cumpra dois anos de liberdade condicional, após libertação da prisão preventiva.





Fonte: www.meionorte.com

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Bizarro: Traficante é flagrado tentando introduzir pênis de madeira no ânus, no interior do Amazonas

Além da peça de 'miratinga', foram apreendidas 26 pedras de oxi (Foto divulgação)


Amazonas- Na madrugada de terça-feira (27), policiais do 4º Batalhão de Polícia Militar de Humaitá, no interior do Amazonas, flagraram um homem identificado como Luiz Ribeiro Wecker, 53, tentando introduzir em seu ânus uma peça de ‘miratinga’ (tipo de cipó com formato de pênis).

Os polícias receberam uma denúncia anônima de tráfico de drogas e quando chegaram ao local, eles encontraram drogas e também se depararam com aquela situação ‘bizarra’.

Segundo informações, no momento do flagrante o homem parecia estar drogado. Além do objeto, também foram encontradas 26 pedras de oxi e um valor de R$ 113.

O homem e as drogas apreendidas foram apresentados à Delegacia de Polícia de Humaitá.





quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Humanos - Assaltante se assusta com a própria imagem no espelho e atira contra comparsa


Um homem acabou atirando contra o comparsa após se assustar com a própria imagem refletida no espelho durante uma tentativa de assalto no município de Ibicoara, na região da Chapada Diamantina.

Essa é a hipótese levantada pela Polícia Civil para uma invasão desastrada de dois assaltantes a um imóvel na cidade. Em entrevista ao G1 nesta terça-feira (10), o delegado Marco Torres disse que a dupla tentou assaltar a casa de um empresário local, que atua no setor de transporte.

"Assim que se abre a porta da casa, há uma estrutura de espelho. Tudo indica que um deles se assustou com imagem refletida e acabou atirando", detalha. O espelho foi atingido por diversos tiros, sendo que um dos disparos atingiu o braço do comparsa.

A situação foi descoberta após o suspeito ferido, que conseguiu fugir do local do crime, tentar atendimento médico em hospital do município de Barra da Estiva, a cerca de 20 quilômetros de Ibicoara. O caso ocorreu no domingo (8).


"A polícia de lá fez contato com a gente remontando o que ocorreu e aqui [em Barra da Estiva] eu determinei a prisão em flagrante", contou. Ferido, o suspeito foi encaminhado para Hospital de Base de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, onde é mantido sob custódia policial até decisão da Justiça.

Segundo o delegado Marco Torrres, o suspeito já tem passagem na polícia por assalto. O comparsa dele, responsável pelo disparo, ainda não foi localizado.





quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Humanos - Estudante assiste à aula pelado na UFG; professor trata caso como 'brincadeira'

Estudante assiste aula pelado na UFG, em Goiás; professor trata caso como 'brincadeira' (Foto: Reprodução) 

Um estudante foi fotografado completamente nu enquanto assistia a uma aula de arte contemporânea na Faculdade de Artes Visuais (FAV) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Na imagem, que viralizou nas redes sociais, o jovem usa apenas um chapéu estilo sombreiro e um par de sandálias. O professor Juliano Ribeiro Moraes, que ministrava a aula, minimizou a situação e tratou o caso como uma "brincadeira".

O caso aconteceu na manhã de quarta-feira (13). O docente conta que tudo começou durante uma discussão sobre o artista pop Peter Thomas, que ficou conhecido por ser o autor da capa do álbum Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, dos Beatles.

"Ele questionou se aquilo era arte contemporânea e eu disse que sim. Ele então perguntou se tudo poderia ser arte. Respondi que dependia do artista. Então ele saiu e voltou pelado e questionou se aquilo era arte. Todo mundo riu na hora, levamos no bom humor. Foi uma brincadeira. Eu até perguntei se ele tinha sido assaltado e se levaram a roupa dele", disse Juliano ao G1.

O professor pontuou ainda que o aluno ficou cerca de 20 minutos nu na sala, mas como nenhum dos outros colegas "deu moral" para ele, o jovem saiu e voltou já vestido com uma camiseta e uma saia, mesmas peças com as quais havia chegado para assistir a aula.


'Naturalidade'

Juliano, que leciona UFG há sete anos, disse que nunca aconteceu algo parecido em suas aulas. No entanto, disse que os alunos e docentes do curso de artes visuais tratam a nudez com mais "naturalidade".

"Ninguém ficou com vergonha ou teve sua moral ofendida. A gente fez piada. Ele tem o direito de protestar, de provocar. Convivemos com isso com tranquilidade. Temos aulas com modelos vivos para podermos desenhá-las. Isso existe há 500 anos", pontua.

O aluno, sublinha, nunca apresentou qualquer tipo de problema em sala de aula. Inclusive, é visto como um estudante bastante participativo e que gosta de debater todos os assuntos.

O professor diz que a direção da UFG o questionou sobre a situação. Ele afirmou que explicou o caso e que "eles entenderam".





Fonte: https://g1.globo.com    Por Sílvio Túlio

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Chocante! Modelo exibe cintura finíssima após retirar costelas


A alemã Sophia Wollersheim, de 30 anos, trabalhou duro ao longo dos anos para ter um visual único. Fez uma mudança radical que deixou fãs, seguidores e, claro, os haters chocados. Retirou as costelas, em um procedimento médico arriscado. A nova aparência resultou em ataques na internet. Sophia foi detonada por ter se submetido a essa operação, que a deixou com um corpo de boneca.

À primeira vista, o novo corpo causa um certo "espanto"

A modelo, mais conhecida pelo nome de guerra: Sophia Vegas, entrou na faca para remover quatro costelas

Após a cirurgia, a cinturinha passou a medir só 46 centímetros

Agora, ela afirma que finalmente alcançou o "corpo dos sonhos"

Porém, o pessoal da internet ataca o gosto dela e insiste que tal façanha é ultrapassar demais os limites do corpo humano

Sophie não gostou as opiniões negativas e não deixou barato...

Declarou que "a vida é dela e, por isso, faz o bem entender com o próprio corpo"

Retrucou ainda mais: "Quer você queria ou não, eu amo o meu novo corpo"

A modelo realizou a polêmica cirurgia em uma clínica especialista em Beverly Hills, Califórnia (EUA)

Não é uma cirurgia aprovada por todos os médicos...

Mesmo assim, alguns profissionais a realizam sem grandes mistérios

Para aprimorar e potencializar o resultado, a alemã usa um espartilho apertadíssimo

Veja bem o "antes"...

Agora, o "depois" 


Cabelo, silicone nos seios e outros retoques também fazem parte do seu arsenal de mudanças

Sophie garante que hoje em dia ela é mais confiante

"Fiquei mais gata", atesta

Inspiração?

"Sim. Meu visual é inspirado em Cher e Brigitte Bardot", revela



sábado, 9 de setembro de 2017

Crianças entre 10 e 11 anos dão água da privada e comprimidos para professora em Jaraguá do Sul; BO foi registrado


A Secretaria Municipal de Educação de Jaraguá do Sul, no Norte catarinense, registrou boletim de ocorrência para que seja investigado o caso de um grupo de alunos que teria dado água do vaso sanitário para uma professora beber. Eles também teriam dissolvido comprimidos no líquido.

O caso foi descoberto na semana passada em uma escola municipal. No entanto, segundo o secretário de educação do município, Rogério Jung, a prática já havia ocorrido outras vezes e só foi descoberta porque uma estudante contou para a diretora da escola. Já a polícia disse que uma criança contou primeiro aos pais, que relataram à professora.

"A professora costumava carregar uma garrafinha para beber água durante a aula. Uma das alunas se oferecia para enchê-la, colocava água da privada, esmagava comprimidos que trazia de casa e colocava dentro. A professora está muito triste", contou Jung.

A Prefeitura de Jaraguá do Sul informou que providências foram tomadas pela direção da escola e pela Secretaria Municipal de Educação. "Quando soubemos, chamamos o Conselho Tutelar, a polícia e os pais para entendermos por que as crianças fizeram isso", disse Jung.


Gosto estranho

De acordo com a Polícia Civil, a professora chegou à delegacia chorando e relatou a situação. Segundo os policiais, ela contou que passou a sentir um gosto estranho na água e comentou com os alunos. Em casa, as crianças contaram aos pais, que procuraram a professora e informaram o nome da menina que liderava o grupo.

Conforme a polícia, a educadora conversou com a menina e descobriu que a água colocada com remédios na garrafa era para que a professora dormisse e não desse aula. Ainda segundo os policiais, a líder do grupo de crianças pedia para que os colegas trouxessem remédios para dormir, mas eles levavam todo tipo de medicamento, que era esmagado em um copo e misturado à água da privada.


'Abalada psicologicamente'

Conforme o secretário, a professora está bem, fisicamente, mas "muito abalada psicologicamente". "Ela deve receber atendimento da equipe de saúde ocupacional da prefeitura", disse Jung. O secretário informou que será feito um trabalho com todos os alunos da escola juntamente com o Conselho Tutelar.

"Penso que elas deveriam fazer um trabalho extraclasse para entender os riscos que beber água contaminada pode trazer à saúde das pessoas. A menina não informou qual comprimido que colocava na água. Ainda estamos decidindo como conduzir essa situação, é muito delicada, porque estamos falando de crianças", falou.





Fonte: http://g1.globo.com    

sábado, 2 de setembro de 2017

Humanos - GAROTO é eleito a GAROTA mais bonita e concurso é cancelado


Após a escolha como aluna mais bonita de uma escola do interior do Piauí e posteriormente o concurso ser cancelado, o estudante Anderson da Silva, 17 anos avisa que não vai devolver a faixa. Ele contou ao G1 que até participaria do desfile de 7 de setembro com a faixa, mas a escolha foi cancelada após comentários da Secretária Municipal de Educação no Facebook.

“A faixa que me deram eu não dou. Se quiserem fazer uma faixa e dar para a segunda colocada e ela pegar o posto pode ficar a vontade. Não fica feio para mim”, disse Anderson da Silva que participou do concurso como mulher e se transformou em Agatha Lorrana. Como drag queen, Agatha foi escolhida a mais bonita da Unidade Escolar José Amável, em Matias Olímpio, cidade a 237 km de Teresina.

Após a escolha a secretária municipal de educação, Sunamita Pinheiro, fez uma postagem em seu Facebook criticando a escolha da escola José Amável. Ao G1, a secretária Sunamita Pinheiro se defendeu e disse que a postagem não foi preconceituosa.

Anderson lamentou o cancelamento do concurso pela diretora da escola e lembrou que na cidade sempre foi muito respeitado. “Foi cancelado tudo. Nunca tinha passado por alguma coisa assim porque aqui é uma cidade pequena, mesmo alguma vezes havendo preconceito e a agressão com palavras”, comentou reconhecendo que ainda há alguns episódios de homofobia que tem de lidar.

Para o estudante todo o episódio do cancelamento foi decepcionante. “Eu ia sair no 7 de setembro com a faixa e tudo mais, mas acabou sendo cancelado. Aqui todo mundo tem muito respeito”, destacou o adolescente. Contudo Anderson da Silva lembrou também que teve muito apoio. “Eu fiquei muito ofendido, mas as pessoas começaram a me apoiar porque fui lá, desfilei, me classifiquei e terminei em primeiro lugar, quando me entregaram a faixa e tudo mais”, afirmou.

Procurada pelo G1 para comentar mais a respeito do cancelamento a diretora da Unidade Escolar José Amável, Rosa Rodrigues, não atendeu às ligações. Mais cedo via assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Educação foi informado o cancelamento para garantir a integridade de Anderson.





Fonte: http://g1.globo.com    

terça-feira, 29 de agosto de 2017

PRE-RI-GO - Mulher é assassinada por debochar de parceiro que brochou na hora do "Vamos ver"


A manicure S. S. A., 33 anos, foi morta por estrangulamento e depois teve parte do corpo queimado pelo indivíduo Francisco dos Santos de 32 anos, por ter rido do fato de o bilau do criminoso não ter “levantado” no momento da relação sexual.

O corpo da vítima foi encontrado próximo ao Rio Miringuava, em São José dos Pinhais - PR. Francisco foi preso no Bairro Afonso Pena e confessou a autoria do crime, mas a polícia prossegue com as investigações, para confirmar se realmente o motivo da morte foi por causa do deboche pela não ereção.

Tudo começou quando a manicure foi deixada na porta de casa ao voltar de uma festa, por volta das 06h00min. Ao invés de entrar, ela decidiu fazer uma caminhada pelo local, carregando os sapatos nas mãos. As câmeras de segurança flagraram quando ela entrou em um veículo.

O criminoso relatou à polícia, que daquele local foram para o Bairro Boqueirão, onde decidiram fazer sexo. Entretanto, em virtude do excesso de drogas, Francisco conta que não conseguiu ter ereção, razão pela qual a vítima começou a rir da situação, o que o deixou enfurecido.

Descontrolado, enforcou a manicure. Ato contínuo, dirigiu-se a um posto de gasolina, onde comprou etanol e depois de descartou o corpo da vítima em um matagal no Bairro Colônia e ateou fogo. O corpo da manicure, queimado até a cintura, foi reconhecido pelos familiares.

Francisco possui diversas passagens pela polícia por receptação, adulteração de veículos e uso de drogas. Atualmente estava trabalhando como motorista. Já a vítima, que era manicure, morava com os pais idosos e tinha duas filhas, uma de oito e outra de 14 anos. (Jornal Capixaba)





quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Mulher faz tatuagem em lugar mais bizarro e doloroso do corpo humano! Sabe qual?


Há dois anos, na Expo Tattoo do Sul da Flórida, Maria Louise Del Rosario, de 22 anos, tatuou o orifício anal enquanto uma equipe de televisão gringa filmava todo o processo


 Mulher tatuou "cuspa primeiro" em volta do orifício anal.









Fonte: http://noticias.r7.com

domingo, 20 de agosto de 2017

Brasileiro devia ser extinto - Atriz pornô chama fã brasileiro de idiota após tatuagem com seu rosto


Ela repostou a publicação do fã e disse que ele era um "idiota" por ter feito isso, além de criticar muito o desenho de seu rosto.

"Primeiro, antes de tudo, você é um idiota. Segundo, minhas sobrancelhas estão desalinhadas. Terceiro, em que tipo de promoção 2 por 1 você fez essa tatuagem? Parece que eu me arrastei nas profundezas do inferno com esse nariz. Que tipo de imbecil iria marcar permanentemente seu corpo assim? Isso não é legal mesmo! Você é um idiota! Boa sorte tentando explicar isso para alguma futura pessoa importante um dia. Idiota!”, escreveu ela.

Mia Khalifa critica tatuagem feita por fã brasileiro (Foto: Reprodução/Instagram)





Imagem: http://www.sedeinsana.com/2015/02/saiba-porque-mia-khalifa-e-a-atriz-do-momento.html

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Mulher que fingiu ser homem para fazer sexo com amiga é condenada e lamenta: “Não posso voltar para a cadeia”


Uma mulher foi condenada por fingir ser um homem por mais de dois anos, numa trama “surpreendente”, para enganar uma amiga e levá-la a fazer sexo com ela. Após um novo julgamento, no qual foi condenada, ela chorou no banco dos réus, dizendo: “Não posso voltar para a cadeia”.

Gayle Newland, de 27 anos, criou uma personagem online “perturbadoramente complexa” para atingir a sua “estranha satisfação sexual”.

Um júri da Manchester Crown Court considerou Gayle culpada por agressão sexual. Gayle usou uma prótese peniana sem o consentimento de sua vítima.

Ela chorou no banco dos réus, sacudindo a cabeça. Em certo momento, chegou a dizer: “Não posso voltar para a cadeia”. Uma das mulheres no júri estava visivelmente perturbada, lutando para conter as lágrimas por causa da angústia de Newland.

O juiz de Manchester, David Stockdale QC, concedeu fiança a Newland na primeira sentença, que foi dada dia 20 de julho. Mas ele disse que havia uma probabilidade “esmagadora” de que ela recebesse “uma sentença de prisão imediata significativa”.

Newland, de Willaston, Cheshire, foi presa em novembro de 2015, condenada a oito anos de cadeia após um júri da Chester Crown Court julgá-la pelas mesmas infrações.

Mas a condenação foi anulada no julgamento de apelação em dezembro do ano passado. Um novo julgamento foi feito sob a premissa de que o caso não foi justo e equilibrado.

A autora da denúncia disse que ela foi persuadida pela acusada a usar uma venda nos olhos, em todos os momentos do encontro entre as duas. Ela só descobriu que estava transando com Newland quando removeu a venda.

Newland alegou que sua acusadora sempre soube que ela estava fingindo ser Kye Fortune – um perfil do Facebook que ela criou quando tinha 15 anos de idade, usando fotografias e vídeos de um homem americano. Ela agia como se fosse Kye enquanto tinha problemas em aceitar a própria sexualidade.

Ela disse que nenhuma venda foi usada enquanto as duas fizeram sexo, umas 10 vezes, no apartamento da vítima, em 2013.

A ré também disse ao tribunal que não usou ataduras nos seios ou outros artifícios que escondessem sua aparência e sexo.

A ré passou “centenas” de horas falando ao telefone com a amiga como Kye, e mais de 100 horas em sua companhia.

Nesses encontros, de acordo com a autora da denúncia, ela era obrigada a usar uma venda, o tempo todo – incluindo assistir televisão juntas, passear de carro e até tomar banhos de sol.

Simon Medland QC disse ao júri: “Essa mulher, manipuladora, enganadora e muito astuta, fez tudo o que pôde para controlar a vida da queixosa e obrigá-la a fazer o que ela quisesse”.

Os vereditos podem ser relatados após consideradas as restrições impostas no início do novo julgamento. Newland foi considerada culpada de três acusações de agressão sexual e inocentada de uma quarta.

O júri, composto de nove mulheres e três homens, chegou a um veredito de 11-1 após deliberar por 17 horas e 25 minutos.

Danny Boyle
The Telegraph





Fonte: https://br.noticias.yahoo.com